"Qual o sentido da vida?" Você provavelmente já deve ter se perguntado isso alguma vez. No entanto, algumas pessoas
acham que essa é uma pergunta sem importância, e saem a viver suas vidas, lutando contra seus desafios como quem abre
caminho entre o mato fechado. Aqui você irá descobrir a importância que tem para as pessoas essa questão, bem como
descobrirá que, para a Psicologia, inclusive, esse assunto poderá ser fundamental.

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Dicas de leitura para quem deseja estudar Psicologia por conta própria


Gosto muito de estudar Psicologia por conta própria. Mesmo depois de formado, continuo me dedicando arduamente todos os dias, principalmente, com o objetivo de passar em concursos públicos. Indo atrás das bibliografias indicadas nos editais, uma de minhas estratégias foi dar prioridade para aquelas leituras que costumam aparecer com maior frequência, os quais deveriam ser tidos como mais importantes, mais confiáveis etc. Assim, surgiu a ideia de escrever um pouco sobre alguns desses livros, como indicações, não apenas para se preparar para concursos, mas também para quem deseja estudar Psicologia por conta própria: estudantes de graduação; graduados; afins.

O primeiro que apresento se chama "Teorias da Personalidade", de Calvin S. Hall, Gardner Lindzey e John B. Campbell, pela editora Artmed. Esse livro é como um compêndio sobre as principais teorias da personalidade, as quais foram agrupadas neste quatro grupos:
-Teorias com ênfase na psicodinâmica (Freud, Jung, Adler, Fromm, Horney e Sullivan, Erikson);
-Teorias com ênfase na estrutura da personalidade (Murray, Allport, Cattel, Eysenck);
-Teorias com ênfase na realidade percebida (Lewin, Kelly, Goldstein, Maslow, Rogers);
-Teorias com ênfase na aprendizagem (Skinner, Dollard e Miller, Bandura, Mischel).
Comecei por essa indicação porque é o que eu estou lendo no momento. Apesar de ser um livro grande, não é necessário ler o livro inteiro e do início ao fim de forma corrida. Eu, por exemplo, li o capítulo um, o qual faz uma introdução sobre teorias da personalidade, depois li a introdução de cada uma das quatro ênfase, para ter uma ideia geral sobre todas as teorias, li a conclusão, e agora vou ler apenas as partes que eu achar importante, ao longo do tempo. No próximo concurso, cairá algo sobre Terapia Cognitivo-Comportamental. Por isso, começarei lendo a seção sobre teorias com ênfase na aprendizagem. Além disso, sei que logo terei que ler sobre as psicodinâmicas. Quem só pretende aprender Psicologia e não sabe por onde começar, minha sugestão é que leia, principalmente, além das introduções, como disse, os principais autores (sugiro começar por Freud, Rogers e Skinner).


O segundo livro que indico é o "Manual Conciso de Psiquiatria Clínica", presente em muitas bibliotecas e livrarias. Para mim, trata-se do melhor livro para se aprender psicopatologia e psicofarmacologia. Nele, apresenta-se o principal do que se deve saber sobre os principais transtornos mentais catalogados oficialmente, bem como sobre os medicamentos empregados pela psiquiatria. É de fácil leitura, é bem escrito e o melhor é que, apesar de ser um livro grande, pode ser usado para se ler parte por parte, de acordo como convier.

O terceiro livro é o "Psicoterapias: Abordagens Atuais", de Aristides Volpato Cordioli. Também é um livro grande, porém, apresenta no primeiro capítulo um resumo de todas as psicoterapias e, acredite, quase todas as questões de bancas que pediram o livro foram tiradas literalmente desse primeiro capítulo. Então, se você está recém começando a estudar, comece lendo apenas o primeiro capítulo, depois vá estudar outras coisas, e só depois leia o resto, se desejar.

Por enquanto, concluo a postagem por aqui. No entanto, pretendo adicionar outros livros mais adiante.

L.M.L.